sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Trilogia Nikopol

TRILOGIA NIKOPOL – ENKI BILAL
Digitalização e Ajustes by H.O.R.D.A. Comics

Trilogia Nikopol_20150922_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

A Trilogia Nikopol, de Enki Bilal, levou 12 anos para ficar pronta, indo de 1980 a 1992 a sua publicação. Já a tivemos aqui no blog pelos scans portugueses da saudosa amiga Lusinha. Agora temos esta edição brasileira em um único volume.

Alcide Nikopol é um astronauta que foi condenado a passar seus dias em uma prisão criogênica. Quando, por acidente, é libertado de seu cárcere, perdendo uma perna no processo, termina por ser possuído pelo Deus Hórus, que saiu da pirâmide que paira sobre Paris. Hórus agora é um renegado.Aparentemente precisa de Nikopol para engravidar uma mulher e gerar descendência.

O ano é 2023 e Paris está sob uma ditadura fascista. Nos 30 anos que passou preso muita coisa mudou, inclusive seu filho, com o mesmo nome, agora é adulto e se parece muito com o pai.

Paris e o mundo vivem agora sob um novo tipo de miscigenação: alienígenas com humanos, gerando uma paisagem bem diferente. Duas guerras atômicas deixaram muitos contaminados e há uma grande população de desvalidos. As mulheres são usadas para repopular o mundo.

É neste caótico cenário que se desenrolam as aventuras de nosso amigo Nikopol.

No segundo capítulo, A Mulher Armadilha (o primeiro é  A Feira dos Imortais), ficamos conhecendo Jill Bioskop, que se torna o alvo do deus Hórus para sua intenção de gerar um rebento. Porém, Jill não está disposta a ser usada deste modo.

Nikopol está em um asilo, novamente preso. Assim como Hórus está em uma pedra flutuante, que é uma parte da pirâmide. Nikopol acaba escapando de sua nova prisão com a ajuda de seu filho e Hórus é acordado por astronautas inconvenientes. Quando se reencontram, Hórus e Nikopol vão ao encontro de Jill Bioskop.

No terceiro e último capítulo, Frio Equador, se passaram 18 anos desde o fim do capítulo anterior. A história se centraliza mais no filho de Nikopol que tenta se encontrar e descobrir quem é. Jill vive sozinha e Hórus é caçado pelos outros Imortais, que querem julgá-lo por seus atos de rebeldia. Já, nosso amigo Nikopol se tornou um lutador de boxe-xadrez, sob o pseudônimo de Loopkin, um anagrama.

Um Oceano de Amor

UN OCEAN D’AMOUR – LUPANO & PANACCIONE
Scans par une personne non connue

000
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Esta é uma HQ francesa e que não está traduzida para o português. Porém, poder ser “lida” tranquilamente. Un Ocean D’Amour é um belo álbum que não tem textos, uma história em quadrinhos muda. E, incrivelmente comunicativa.

Ela conta a história de um simpático velhinho pescador que sai todo dia para o trabalho sob os cuidados de sua prestimosa esposa. Sempre cuidadosa, certifica-se de que ele leve algo para comer: uma lata de sardinha, a qual ele detesta.

Quando está em seu barquinho de pesca em um desses dias de trabalho, acaba sendo capturado acidentalmente por um enorme navio pesqueiro. Ele e seu barquinho são arrastados para o meio do oceano, deixando assim sua esposa a esperar sem que ele volte.

Será que pode um oceano separar um amor assim tão grande?

A decidida senhora resolve ir em busca de seu marido onde ele estiver e, quando avista um navio de cruzeiro, resolve que basta entrar nele que conseguirá encontrar seu amado esposo.

É assim que, cada um a seu modo, os dois vão vivendo as mais loucas aventuras, envolvendo piratas, tricô, gaivotas, Fidel Castro e muito mais.

Uma HQ que seria tranquilamente transcrita para a tela grande como uma animação européia ou, se milagres acontecessem, uma investida da Pixar em material europeu, rendendo um novo clássico do estúdio: Um Oceano de Amor! Agradecimentos ao amigo Hugo S. M., que me indicou e enviou o links dos scans. 

068

Frequência Global #02

FREQUÊNCIA GLOBAL – VOLUME 02 de 02
Digitalização e Ajustes by HORDA Comics

Frequencia Global 02_20150803_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Segundo e último volume com mais seis histórias do grupo criado por Warren Ellis, Frequência Global.

Simon Bisley ilustra detonação, sobre um grupo de terroristas que ameaça detonar uma bomba suja sobre a Alemanha; Chris Sprouse lida com o sequestro de Miranda Zero e o seu resgate pelos agentes da Frequência Global; Lee Bermejo entra com o policial Takashi em um hospital onde se desenrola um verdadeiro show de horrores; Tom Cocker nos leva a um verdadeiro festival de porradaria quando o Francês tenta capturar um assassino canibal; Jason Pearson nos conta a origem de Aleph e como ela tem que lidar com uma invasão à sede da Frequência Global; por último, Gene Ha tem que desarmar um satélite que pode lançar um artefato que pode destruir uma cidade inteira.

E assim nos despedimos desta HQ que bem poderia voltar a nos agraciar com outras tantas histórias de salvamentos globais. Mas, já se passaram 11 anos e Ellis não deve voltar mais ao tema.

Frequencia Global 02_20150803_0023

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Aventura e Ficção 2.0 #07 e #08

AVENTURA E FICÇÃO #07 e #08 de 21
Digitalização e Restauração 2.0 by HORDA Comics

Aventura e Ficção 07_20150901_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Demorou, mas voltei. Mais dois números de Aventura e Ficção, agora em scans 2.0. No número #07, temos a volta de Paradox, o agente espacial que pode assumir várias identidades. Também temos o conto O Desvio, Trovão e Mundo Estelar: Cyndriana.

Já o número #08, logo abaixo, traz a superprodução e clássico do cinema de ficção científica e ação, Robocop. Dirigido por Paul Verhoeven, Robocop deu origem a duas sequências, duas animações, uma minissérie e um remake dirigido pela brasileiro José Padrilha que, apsar de ser um bom filme, não conseguiu tomar o lugar do original.

A quadrinização foi feita por Bob Harras, Javier Saltares, Alan Kuperberg e Tony De Zuñiga, em cima do roteiro de Edward Neumeier e Michael Miner.

Aventura e Ficção 08_20150901_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

sábado, 24 de outubro de 2015

Dreadstar: A Odisséia

DREADSTAR: A ODISSEIA DA METAMORFOSE
Digitalização e Ajustes by HORDA Comics

Dreadstar_20150827_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Durante milênios, os Orsirosianos foram a raça mais avançada da Via Láctea, além de terem sido os ancestrais de toda vida humanoide da galáxia. Sua supremacia, entretanto, chegou ao fim com o surgimento dos Zygoteanos, uma raça impiedosa que parece querer conquistar e destruir todo universo…

Aknaton, um místico imortal Orsirosiano, deve colocar em prática um plano devastador que dará fim à ameaça desses invasores e trará consequências cataclísmicas! No entanto, para que esse estratagema se concretize, ele deverá reunir um grupo de pessoas especiais. Entre elas está Vanth Dreadstar, um guerreiro implacável e astuto de enorme poder.

Mas ninguém imagina o que os espera…

Finalmente publicada no Brasil em 2011 está a tão aguardada saga cósmica que deu origem a Dreadstar, um dos mais cultuados e importantes heróis da ficção científica em quadrinhos.

Publicada originalmente na revista Epic Illustrated #1 a #09, a grandiosa saga reunida neste volume é um dos trabalhos mais respeitados de Jim Starlin e uma das principais obras da gênese do quadrinhos adulto nos EUA.

Mesmo Dreadstar tendo sido publicado no Brasil pela Editora Abril e Editora Globo, essa história nunca havia recebido a devida atenção das duas editoras, o que é corrigido agora. Uma saga épica divida em 14 capítulos, na bela arte pintada de Jim Starlin e com seu roteiro sempre cosmicamente bem engendrado.

Dreadstar_20150827_0055



terça-feira, 20 de outubro de 2015

Akira #07 a #09

AKIRA #07 a #09 de 38
Digitalização e Restauração by HORDA Comics

Akira 07_20150716_0001
Akira 08_20150718_0001Akira 09_20150719_0001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Kay e Kaneda são capturados e Tetsuo é levado de volta para mais testes. Quando Kay consegue escapar, passa a agir de forma muito estranha, tentando chegar até Tetsuo. Este, também está livre novamente e agora vai até onde estão os outros três que tem poderes especiais como os dele. Porém, fica sabendo que há um com poder muitoi maior: Akira. E agora Tetsuo quer conhecê-lo.

Ryu continua tentando entrar no estádio olímpico, juntamente com um de seus colegas de resistência. Para sua surpresa, estao convergindo para lá Kaneda, Kay, Tetsuo e o General.

Um desconhecido ajuda na fuga de Kay e Kaneda, que não sabem ainda se podem confiar totalmente nele, pois o mesmo parecia responder ao General, mas diz ser parte da resistência. Será? Como os dois não têm muita escolha, aceitam sua ajuda.

Tetsuo está cada vez mais poderoso e obcecado por Akira e, também, cada vez mais descontrolado. Kay e Kaneda o enfrentam, com a ajuda dos três paranormais do General, mas Tetsuo é muito mais forte. Falta pouco para as coisas se complicarem mais ainda.

domingo, 18 de outubro de 2015

Lobo Solitário - Vol. 07

LOBO SOLITÁRIO – VOLUME 07 de 28
Digitalização: SabreWulf – Restauração: HORDA

001
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

“Poucos sabem, mas o personagem que deu origem ao mangá Lobo Solitário é o pequeno Daigoro. Koike havia ganho de sua mãe um boneco de hakata (artesanato de cerâmica muito apreciado por suas cores, expressividade e delicadeza, típico da cidade de Fukuoka) e decidiu criar uma história para aquele garotinho.

Seja qual for a aparência do bonequinho, as histórias para ele pela dupla Koike e Kojima impressionam não só pela serenidade e solidão transmitidas através da criança, mas principalmente pela verossimilhança.

Por mais difícil que seja imaginar como seria a personalidade de uma criança filha de um guerreiro frio como Ogami, certamente a maturidade seria diferente da maturidade das crianças que conhecemos no dia a dia.

A história pregressa e as motivações de Itto Ogami certamente são tocantes. Um ex-oficial de alto escalão do xogunato acusado de traição, cuj família foi chacinada, cujo nome foi renegado… Que abriu mão de sua honra para lutar por justiça, condenando o próprio filho a viver testemunhando atrocidades… Entretanto, é inegável que a principal vítima das circunstãncias é o garoto.

Esta edição possui 120 páginas dedicadas a desenvolver a personalidade de Daigoro, que revela uma firmeza de caráter que a grande maioria dos adultos não possuem, seja a que época for.

Também, nesta edição, lemos mais um ardil da família Yagyu, assim como duas belas histórias que abordam a efemeridade da vida e o verdadeiro espírito do samurai.”

051