quarta-feira, 30 de novembro de 2016

A Biografia de Stan Lee

INCRÍVEL, FANTÁSTICO, ESPETACULAR:
 A BIOGRAFIA DE STAN LEE EM QUADRINHOS
Digitalização, Tradução e Letras by Biscoito de Rapadura

PARA BAIXAR EM PORTUGUÊS, CLIQUE AQUI
DOWNLOAD IN ENGLISH VERSION HERE

Difícil lembrar quando me dei conta de quem era Stan Lee, em sua totalidade. Seu nome era uma constante nas HQs que da Marvel que eu lia quando garoto, com seu "Stan Lee Apresenta..." em cada história publicada, mesmo que não fosse escrita por ele. O cara era como o Walt Disney dos super-heróis, ele dava um rosto a um sonho. 

Mesmo sendo decenauta de carteirinha, eu sempre curti a Marvel da mesma forma e sempre percebi essa diferença básica entre as duas editoras: lá havia alguém que fazia a ligação entre nosso mundo e o mundo de fantasia que a editora nos proporcionava. Ele era a ponte. E, não só entre nós e a editora, mas entre os criadores e os personagens criados. 


Amado e odiado pelos fãs de super-heróis, ainda assim não se pode negar a contribuição de Stan Lee para o ponto de virada na História das histórias em quadrinhos. Sua relação com os co-criadores sempre foi conturbada, afinal, Stan Lee não era apenas o criador dos novos e retumbantes personagens que elevaram a Marvel a status de lenda, ele era também um comerciante. Ele se tornou a força motriz por trás de uma nova era dos super-heróis, junatndo em torno de si os melhores artistas. 

Stan Lee já teve sua história contada em livro e documentário, mas, faltava ser contada no ambiente mais adequado á sua pessoa: nos quadrinhos. Com a ajuda de Peter David e da artista Colleen Doran, o homem da Casa das Ideias nos traz a história de sua vida em detalhes, diretamente de suas memórias e sempre com muito bom humor. 


Sua vida quando criança; seu início na editora que viria ser a grandiosa Marvel; o encontro com sua esposa Joan; suas perdas e suas conquistas. 

Stan Lee viveu para que sua biografia incluisse a chegada da Marvel na era de filmes baseados em super-heróis que valeriam a pena assistir, algo pelo qual ele sempre esperou. Até mesmo estaria neles, em participações especiais e, assim, se completaria a sua jornada neste mundo de magia. 

Ainda assim, Stan nada fala sobre aposentadoria e continua fazendo o que faz de melhor, sonhando e realizando. 


A produção desta versão traduzida teve a participação de eu mesmo, na digitalização e limpeza dos scans, além de Skaetos na tradução e de Johnny Who na tradução, capa e edições complementares. Uma parceria entre Rapadura Açucarada e Gibiscuits! 

A edição impressa em português também já se encontra a venda em todas as livrarias: Incrível, Fantástico, Inacreditável, capa dura, 192 páginas, a R$ 60,00, mas pode ser encontrada mais barato, é só pesquisar.


terça-feira, 22 de novembro de 2016

Coleção Marvel Salvat: Arma X

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: WOLVERINE - ARMA X
Digitalização e Ajustes by Renato P./HORDA Scans 

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Barry Windor-Smith já era o cara bem antes de Wolverine: Arma X. Quando Roy Thomas conseguiu os direitos de publicação para Conan, o Bárbaro, Barry foi escalado para ser o artista a ilustrar as aventuras do selvagem hiboriano. A certa altura as vendas começaram a decair e Stan Lee encostou Roy Thomas na parede dizendo que era melhor cancelar a revista, pois um artista daquele naipe estava sendo desperdiçado ali. Roy Thomas insistiu e evitou o cancelamento. 

Com Arma X pudemos assistir de camarote todo o potencial de Barry Windsor- Smith posto a prova. Wolverine já era um personagem icônico, mas com muitas lacunas em sua origem e o artista foi quem ganhou a responsabilidade de preenchê-las. E, não apenas ilustrando, mas escrevendo, arte-finalizando e colorindo. Quase um trabalho de autor. 

O que surgiu disso foi algo que se tornou um clássico. Uma história selvagem e sensível acerca de um homem privado de sua liberdade e usado para os vis fins de um governo que desejava a máquina de matar perfeita. E conseguem, para o bem e para o mal. 

Nada do que veio depois, para explicar as origens de Wiolverine se assemelhou a algo assim, feito com tanta dedicação e noção do que seja uma boa história em quadrinhos, que deve ser algo para divertir, mas, ao mesmo tempo, elevar essa mídia ao grau de arte. 






sábado, 19 de novembro de 2016

Demolidor: A Queda de Murdock

DEMOLIDOR: A QUEDA DE MURDOCK - MILLER E MAZZUCHELLI Digitalização e Tratamento by Onomatopéia Digital

Image and video hosting by TinyPic
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Frank Miller já havia deixado de escrever o personagem há alguns anos, quando a Marvel o convidou para fazer isso mais uma vez, em um arco que se intitularia Born Again, aqui no Brasil conhecido como A Queda de Murdock. Mal sabia a editora que estava preparando o nascimento de um clássico que redefiniria, novamente, o Homem Sem Medo.

Na história, a identidade secreta do Demolidor é vendida a ninguém menos que seu maior nêmesis, Wilson Fisk, o Rei do Crime. Com essa informação em seu poder, o chefe do crime organizado da cidade de Nova York decide, não apenas executá-lo, mas, retirar tudo dele e deixá-lo na miséria e sem amigos.

Ilustrada pelo mesmo David Mazzuchelli de Batman: Ano Um, a HQ é um primor de narrativa e mostra o quanto Frank Miller estava no auge de seu talento. Quando o rei percebe que "um homem que perdeu tudo, é um homem sem medo", é tarde demais.

Demolidor: O Homem Sem Medo


DEMOLIDOR: O HOMEM SEM MEDO - MILLER & ROMITA, JR.
Diogitalização e Restauração by Onomatopéia Digital


Image and video hosting by TinyPic
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Com o sucesso da série produzida pela Netflix, me vejo na obrigação de republicar os scans destas duas obras que talvez sejam as mais importantes na história do personagem. A série capturou perfeitamente a essência de Matt Murdock e levou para as nossas telas de TV. Assim como sofreu uma revolução nas mãos de Frank Miller, nos quadrinhos, agora é a vez de isso acontecer em live action.

A vida gráfica do Demolidor se divide em duas eras: AM e DM (Antes de Miller e Depois de Miller). Frank Miller era apenas desenhista, ilustrando os argumentos de Roger Stern, até que um dia, cairam na besteira de deixar com que ele assumisse també os roteiros. Foi o começo de uma Era de Ouro para o personagem.

Miller criou novos personagens, incluindo a ninja Elektra, que descobririamos, era uma antiga paixão de Murdocl, que voltava a sua vida, muito mais mortal. A ampliação no conceito do personagem foi tanta que, nada era mais natural que o autor nos recontar sua origem do seu ponto de vista. Foi onde surgiu a minissérie Demolidor: O Homem Sem Medo. Miller estava no auge, já tendo reestruturado um personagem ainda mais icônico: Batman. Isto sem contar que ele nos dera a história mais eletrizante de Demolidor, que está publicada logo abaixo.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Coleção Marvel Salvat: Motoqueiro Fantasma

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: MOTOQUEIRO FANTASMA
Digitalização e Ajustes por Renato P./HORDA Scans 

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

O Motoqueiro Fantasma foi enviado ao inferno, afinal havia vendido sua alma para Mephisto e teve de pagar o preço. Agora, noite após noite, ele tenta escapar das garras da agonia que o perseguem e continuamente ele é capturado por hordas demoníacas, despedaçado de diversas formas e regenerado novamente para que tudo recomece e sua agonia seja infinita. 

Mas Malachi, um anjo do paraíso, tem outros planos para o Espírito da Vingança, ele oferece a liberdade em troca da captura de um arquidemônio chamado Kazaan, ele terá que ser mais rápido que os agentes do Inferno e do Paraíso, Hoss e Rute, que já estão no encalço de Kazaam e não terá muito tempo para cumprir sua missão e conseguir sua tão sonhada liberdade. Estrada para a Danação é uma HQ macabra, os detalhes na arte fazem uma grande diferença, pois o produto final seria bem menos impactante sem o apoio visual dado por Clayton Crain.

Vale salientar que a história talvez não agrade as pessoas que se ofendem facilmente, pois a religião é tratada de forma crua e direta, para os anjos descritos por Garth Ennis “os fins justificam os meios”, ou seja, para que milhões vivam eles não ligam em sacrificar uma vida, são cruéis e impiedosos e punem aqueles que podem enxergá-los, já os demônios, não é nenhuma surpresa saber que eles não dão o menor valor a vida de quem quer que seja. 

O motoqueiro por sua vez é visto como alguém que não pode ser detido, ele está em uma missão e nada o deterá, ele foi marcado pelo período em que passou no inferno e fará de tudo para continuar longe de lá. Uma história com um tema forte, indicada para todos que gostam de batalhas violentas e cheias de ação, com cenas impactantes e um humor negro de primeira.

Esta resenha é do site Beco Literário.




The Maxx

THE MAXX - ANIMAÇÃO COMPLETA
DVDRip/MP4/13 Episódios/ Áudio em inglês/Legenda separada
em Português/10 min. cada/120 MB em média cada

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI
LINKS ALTERNATIVOS AQUI

The Maxx foi criado por Sam Kieth para os quadrinhos da Image. Um anti-herói dos mais diferentes. Maxx é um sem teto que veste uma estranha fantasia azul e mora em uma caixa de papelão. A assistente social Julie Winters é sua única amiga. Ao mesmo tempo, ela é a Rainha das Selvas dos delírios (ou não) de The Maxx, quando ele é um caçador na savana australiana, perseguido por estranhos animais conhecidos apenas como Isz. 

Apenas uma pessoa sabe dessa estranha condição de Maxx, é Mr. Gone, que é faz da vida do anti-herói um inferno, bem como a de Julie Winters. A animação já esteve por aqui na TV a cabo e teve apenas 13 episódios em uma única temporada, que não foi renovada, mesmo que os quadrinhos ainda tivessem mais para serem adaptados. 

Uma das coisas que chama a atenção em The Maxx é que a adaptação é muito fiel, quase quadrinho a quadrinho. Ainda assim não é um motion Picture, com o aquele de Watchmen, é uma animação em que o traço e o roteiro de Sam Kieth ganham movimento. 

Abaixo segue as HQs que chegaram a ser traduzidas por vários grupos, colocadas parta download. 

THE MAXX #01 a #35
Tradução e Letras by GibiHQ/Infinitos/
Trad-Mania/Os Impossíveis


PASTA COM EDIÇÕES SEPARADAS AQUI
ARQUIVO COM AS EDIÇÕES EM PACK, AQUI



quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Homem Animal - Vol. 03

HOMEM ANIMAL - VOLUME 03
Digitalização e Ajustes by Eudes H./HORDA Scans

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Grant perguntou à editora Karen Berger:
- Posso fazer tudo que eu quiser?
- Sim, claro.
- Colocar minha gata falecida, minha amiga imaginária de infância e até a mim mesmo, na história?
- Grant, é o Homem Animal, pode fazer qualquer coisa, quem vai se importar?

É como imagino que tenha sido o entrevero entre os dois, quando Grant Morrison assumiu o título do Homem Animal, um daqueles que seriam a semente do selo Vertigo, junto com Monstro do Pântando de Alan Moore e Sandman de Neil Gaiman. Querendo os haters ou não, o cara também estava lá. 

E, neste terceiro volume das aventuras animais de Buddy Baker, chegamos ao final da fase Morrison. Com uma tragédia inimaginável a sua frente, Buddy quase enlouquece. Antes, porém, decide ir atrás dos responsáveis por isso, sem aquela de "super-herói não mata". Chega de Senhor Bonzinho. 

E mais, ele decide conseguir uma máquina do tempo, mas, não consegue atingir seu objetivo e ficar perdido no passado. Em seguida vai parar em um lugar estranho, onde habitam vários personagens defasados, assim co mo ele já foi. 

Mas, o encontro mais esperado está no último número do volume. Criador e criatura. Ok, não é o criador, mas deixa a frase de efeito aí. Té mais.




Yu Yu Hakusho - Vol. 02

YU YU HAKUSHO - VOLUME 02
Digitalização e Ajustes by renato P./HORDA Scans

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Yusuke continua sua jornada no mundo dos espíritos, juntamente com Botan. Neste volume ele ajuda um menininho a superar a morte de seu cãozinho. Ele, Botan e um Texugo precisam confortar um velho que se tornou muito rabugento depóis que perdeu toda sua família. Além disso, os antigos inimigos de Yusuke estão com problemas na escola, quando o diretor resolve prejudicar um deles, se todos não foram bem nas provas. Por fim, Yusuke volta a seu corpo, mas, apenas por um dia. 

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Coleção Marvel Salvat: Thor

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: THOR - O ÚLTIMO VIKING
Digitalização: Renato P./Ajustes: Eudes H./H.O.R.D.A. Scans

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Quando eu era garoto ainda, vi uma revista em quadrinhos diferente na casa de um amigo. Era uma revista importada, a primeira que eu via em minha ainda curta vida. Foi algo mágico, afinal eu só estava acostumado com os formatinhos. Era do Thor e tinha um desenho totalmente diferente daquele ao qual estava acostumado a ver o Deus do Trovão ser desenhado. O ilustrador era Walt Simonson e sua fase ainda demoraria a ser publicada no Brasil. 

Pedi a revista emprestada e decidi que a traduziria usando um dicionário de inglês-português que consegui, não me lembro como. Levei pra casa, arrumei tudo na mesa para começar e, depois de umas duas horas, creio eu, desisti, pois não saía da primeira página. Parecia tão fácil na minha cabeça. 

Mas, o que ficou dessa experiência foi o fato de ter contato com a arte de Simonson em Thor bem antes de vê-la publicada aqui. Revistas importadas não eram algo comum onde eu morava. Ela era do irmão de um amigo meu que nem parecia gostar tanto assim de quadrinho. Provavelmente ganhou de alguém. Devolvi a revista derrotado, sem saber quem, em um futuro distante e com a ajuda de uma turminha do barulho, eu não apenas teria a tradução de revistas importadas, como as letreiraria. Só demoraria uns 30 anos. 

O desenho de Simonson não é um dos meus prediletos, mas é marcante, não tem como negar isso. Tanto que, só quando a fase foi publicada aqui, eu soube quem ele era e lembrei dos desenhos daquela revista lá atrás. 

Não sei se a edição que peguei está entre as publicadas aqui em Thor: O Último Viking. Não tenho essa memória bizarra que muitos nerds tem, que lembrariam até o que foi dito no terceiro quadrinho da página 11, no segundo balão. Mas, sei que aqui é onde a fase Walt Simonson começa, com roteiro e arte do artista. Surge Bill Raio Beta e outras grandes aventuras são vividas pelo Deus do Trovão.





domingo, 13 de novembro de 2016

Coleção Marvel Salvat: Eu, Wolverine

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: EU, WOLVERINE
Digitalização: Renato P./Ajustes: Eudes H./H.O.R.D.A. Comics

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Com a popularidade de Wolverine lá no alto já há muito tempo, nada mais natural que ele viesse a ter sua revista própria. Mas, não poderia começar de qualquer jeito, com quaisquer artistas. Chris Claremont, o escritor que, até então, mais lidava com o personagem foi escalado para escrever e o pop star dos quadrinhos Frank Miller, foi escalado para ilustrar essa aventura clássica do carcaju humano. 

Ação, romance e adrenalina nos levam ao Japão, onde ele encontra mariko, seu grande amor de sua vida, envolvida, contra a sua vontade, nos negócios de seu pai, Shinzen. Ao tentar ajudar Mariko, Wolverine acaba por ser alvo do poderoso chefão japonês. Além conhece Yuko, que se apaixona por Logan e está decidida e conquistar esse amor na porrada. 





sábado, 12 de novembro de 2016

X-Men: Deus Ama, o Homem Mata

DEUS AMA O HOMEM MATA - ED. PANINI
Digitalização e Ajustes Renato P./H.O.R.D.A. Comics

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Este gibi marcou uma época quando foi o primeiro a ser lançado pela Editora Abril na série Graphic Novel. Escrito por Chris Clarmont e desenhado por Brent Anderson, trazia de modo mais pungente aquilo que marcava os X-Men desde a sua criação: o preconceito. Desta vez na sua forma mais cruel, o assassinato de quem é apenas diferente de você. 

Mais interessante ainda - e atual - é que essa cruzada de mortes por motivos racistas seja implementada por um pastor, no que ele chama de A Cruzada Stryker. Para tentar detê-lo, Magneto novamente une forças com o Professor Xavier, deixando de ladosuas desavenças.

A diferença desta edição para as anbteriores é crucial: muitos extras. Intrução por Chris Claremont, assim como uma entrevista extensa com o mesmo. Neal Adams aparece para dizr porque desistiu de ilustrar a graphic novel e Brent Anderson também nos diz como foi trabalhar neste clássico da Marvel.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Hideout

HIDEOUT - VOLUME ÚNICO
Digitalização e Restauração Renato P./H.O.R.D.A. Comics

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Um jovem escritor e sua esposa saem de férias para tentar salvar o casamento que foi abalado por uma grande tragédia. No entanto, a esposa parece não estar muito a fim de salvar seja lá o que seja e quer apenas que tudo aquilo termine o mais rápido possível. É quando o marido resolve que devem explorar o lugar onde estão. 

Após uma séria discussão, os dois se separam e o rapaz acaba encontrando uma caverna. Entrar nela foi a pior das ideias que ele poderia ter. Um pesadelo tem inicio, e os dois podem não sair vivos desta.

Um mangá em volume único de terror, que acaba por nos fazer pensar em quem são os verdadeiros monstros andando por aí. 

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Yu Yu Hakusho - Vol. 01

YU YU HAKUSHO - VOLUME 01 de 38
Digitalização e Restauração by Renato P./H.O.R.D.A. Comics

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

E o amigo Renato está de volta com mais três produções scanísticas. Essa sendo a primeira da leva.

Yusuke Urameshi é um valentão da escola que vive causando problemas e tendo problemas, por causa disso. Keiko é sua amiga, mesmo que ele não queira isso. 

No entanto, Yusuke não é de todo mal, e salva um garotinho de ser atropelado, morrendo n o processo. Como não se esperava isso dele, ele não pode ir para o inferno nem para o céu. Aplica-se uma regra que só foi usada uma vez até então: ele pode enfrentar uma prova para merecer a ressurreição. E, assim, começam  as aventuras do jovem Yusuke.

Transmetropolitan Vol. 05

TRANSMETROPOLITAN VOLUME 05 de 6
Digitalização e Ajustes Eudes H./H.O.R.D.A. Comics

PARA BAIXAR DE 01 a 05, CLIQUE AQUI

Spider Jerusalem e suas assistentes nojentinhas continuam em sua batalha contra o Sorridente. No entanto, o presidente envia assassinos para dar cabo de Spider, que, no entanto, ve isso como uma espécie de blefe. Porém, uma tempestade muito pior se mostra no horizonte. 

Agora sem emprego no jornal A Palavra, Spider precisa encontrar um meio de continuar escrevendo suas matérias incriminadoras. para isso, se junta a um site obscuro chamado O Buraco, onde ele consegue enviar suas matérias e continuar em evidência, irritando cada vez mais o Sorridente.

Outra ameça, mais pessoal, paira sobre Spider Jerusalem e desta parece não haver escapatória. 






terça-feira, 4 de outubro de 2016

Vagabond - Vol. 01

VAGABOND - VOLUME 01
Scans by Eudes H./H.O.R.D.A. Comics

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Takeso e Matahashi, dois amigos de infância foram para a guerra e agora são fugitivos. O exército onde os dois serviam foi massacrado e os dois fugiram, para não serem mortos. Agora são alvo de caçadores de recompensas e de samurais. 

Quando quase são mortos, Okoo e sua filha salvam a vida dos dois, levando-os para sua casa. Elas vivem de recolher armas dos soldados mortos. Porém, isso vem irritando uma gangue de homens que não querem uma invasão a seu território de saques. Takeso e Matahachi acabarão por enfrentá-los. 

Enquanto isso, Otsu, noiva de Matahachi aguarda o retorno de seu amado, que não sabe se está vivo ou morto. A mãe do mesmo guarda um profundo rancor contra Takeso, a quem acusa de tê-lo convencido a ir para a guerra. 



Coleção Marvel Salvat: Fênix Negra

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: X-MEN - A SAGA DA FÊNIX NEGRA
Digitalização by Renato P./Ajustes Eudes H./H.O.R.D.A  Comics

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Há muito tempo em uma galáxia muito, muito mutante...

Quem, assim como eu, viveu a época que essas aventuras foram publicadas aqui, viveu bem em termos de quadrinhos de super-heróis. Na Marvel Chris Claremont e John Byrne arrasavam na fase que seria aquela que levaria os X-Men a um patamar de onde nunca mais saíriam. Na DC, Marv Wolfman e George Perez arrebentavam com os Novos Titãs, ensaiando para Crise nas Infinitas Terras. 

Eu gostava dos dois grupos. Lembro que certa vez um amigo me pdiu para que meu irmão pintasse o Cíclope em uma camisa dele, e ele assim o fez. Para arrematar eu disse ao meu irmão, bom, o nome dele é Marcos, então escreve embaixo X-Marcos (Xis-Marcos). 

Mesmo sendo nos famigerados formatinhos - não, não sinto nostalgia pelos formatinhos - a vida era boa em termos de quadrinhos. E aionda vinha muita coisa na década de 80. Porém, A Saga da Fênix Negra, para os fãs dos mutantes, foi algo simplesmente devastador. Não era uma simples HQ, era puro sofrimento em celulose. 

Afinal, qual nerd não se identificava com Scott Summers, um cara simples que finalmente tinha a garota de seus sonhos, apenas para perdê-la para o lado negro da força. 

Depois que é capturada pelo Clube do Inferno e controlada mentalmente para pensar que os X-Men são seus inimigos, a Fênix Negra vai cada vez mais emergindo de dentro de Jean Grey, levando a que ela - e os X-Men - sejam confrontados por Lilandra e todo o Império Shiar. 

Não há como não se comover com os filhos do átomo.